Prometeu me comer. E comeu…

Tá ligado aquele cara que se destaca no meio de tantos que a gente acaba trepando, e sempre fica aquele gostinho de quero mais? Pois é, um desses caras reapareceu do nada, no Grindr, pedindo o meu contato novamente. Mandei, e voltamos a nos falar. Ele havia prometido depois da primeira vez que trepamos, de voltar aqui em casa para me comer. Na ocasião eu comi ele por horas e fiz o cara gozar 3 vezes. E o tempo passou, e aqui estamos nós novamente. Veio aqui em casa, isso na madrugada, para fumarmos um. Trovamos um pouco, lembrado de situações. Nessas conversa ele acabou revelando que tem um historia com outro cara e tal. Meu tesão foi pras alturas. Já o meu visual não era mais o mesmo, pois agora sou barbudo. E ele também, bem mais barbudo. Barbudo, com tatuagem e o meu pau estourando dentro da cueca louco para sair pra fora. O cara não se conteve e me beijou na frente de casa, e foi logo colocando a mão na minha bunda. E eu lembrando que estava bem mais preparado pra comer do que dar, se é que vocês me entendem. Tomei um banho antes do cara chegar, mas tinha esquecido a chuca. E agora!? Não preciso dizer que fiquei noiado com a ideia do cara me comer e eu não ter feito à higiene necessária. Ainda mais sabendo que ele curte bare. No quarto, ficamos a vontade, e ele só queria saber da minha bunda. Chupei aquele pau, deixando ele todo babado. Senti aquele gosto de porra na boca. O cara tava no maior tesão. Até tentei inverter a situação, mas ele não deixou. O cara veio pra me comer. Ele começou com o dedo, pra abrir o caminho. Brincava com o meu cu, colocando e chupando aquele dedo, e colocando de novo. Não demorou muito ele colocou pra dentro aquele pau. Caralho, ele foi tentando e tentando entrar, e quando entrou que tesão. Ele me pegou de quatro, apertando bem minha cintura, e socando aquele pau com força. Cara foi muito bom aquela socada. Os dois no maior tesão, meu pau duro babando na cama e o dele duro pulsando dentro de mim, entrando e saindo. Por duas vezes o cara teve que tirar o pau de dentro, tamanho o tesão. O negocio era trepar e segurar o leite. E fomos nessa brincadeira. Em um determinando momento, enquanto eu gemia com a cara no travesseiro, ele trepava na minha bunda, com o braço direito ele resolveu forçar meu pescoço, e com o esquerdo segurou meu braço, e com um tom de voz “agressivo” ele dizia: “toma puto, toma no cu puto. Tu gosta de dar esse cu puto.” E me apertava o braço, o pescoço, que tesão da porra aquela sensação de sexo violento, forçado. Curto muito essa coisa toda de apanhar, de levar tapa na cara. O cara não gozou me comendo. Fiz ele gozar com o meu pau dentro dele. Foi ai que a história inverteu. E como eu demoro pra gozar, não preciso dizer que o cu dele sofreu com o meu pau. O cara saiu daqui com o cu ardido, como dá primeira vez. Comi muito aquela bunda. E que bunda! Ele gozou duas vezes: uma quando peguei ele de frango assado, e outra quando peguei ele de quatro. Tesão sentir ele gozando com o meu pau latejando dentro. E ele não arregou quando gozou da primeira vez. Não mesmo. Paramos, viajamos um pouco e depois voltamos com tudo. No final gozei muito na bunda dele, depois dele gozar na minha cama, com o meu pau dentro. O cara ainda, antes de ir embora disse com a maior cara de safado que conseguiu o que ele queria. Que era me comer.

Publicado por

Otello

Negro. 1,73m. 60kg. Magro. 36 anos.

Um comentário sobre “Prometeu me comer. E comeu…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s